Que tipos de sistemas de monitoramento existem?

Os dispositivos para monitoramento de emergência (PERS) podem ser classificados quanto ao uso, quanto à linha de telefone, e para onde ligam.

Quanto ao uso: FIXOS e MÓVEIS

MÓVEIS - MPERS - este tipo de equipamento normalmente utiliza uma chip (cartão SIM) de celular, para discar para os números cadastrados, e também possui um GPS para informar a localização.

FIXOS - PERS - é composto por um console que fica instalado dentro de casa, e recebe sinal de botões e transmissores sem fio, que tem longo alcance. Mesmo possuindo um alcance que pode chegar a 300 metros de distância da base (console), o botão de emergência não vão funcionar se a pessoa for longe de casa.

Quanto à linha de telefone: CELULAR ou FIXA

FIXA - a maioria dos sistemas utilizam um linha de telefone fixo. Mesmo porque, a mesma linha utilizada para comunicação, pode ser utilizada para o PERS. Portanto, não é necessário um gasto adicional com linha de telefone.

CELULAR - algumas famílias hoje em dia utilizam somente telefone celular. Para estes casos, existem modelos de console que ficam fixos na residência, mas utilizam um chip de celular para enviar o chamado de emergência. Isso acarreta um custo adicional, porque o cliente precisa contratar uma linha de celular especificamente para o aparelho. Dependendo do custo desta linha de celular, vale mais contratar um linha fixa somente para o PERS.

Para onde ligam: RECEPTORA ou TELEFONE

RECEPTORA - o console quando recebe o sinal de um transmissor/sensor, disca para uma Central de Monitoramento. Nesta Central de Monitoramento, além dos atendentes disponíveis 24 horas, tem um equipamento chamado Receptora de Alarme. Este equipamento é o que recebe a ligação e identifica qual cliente e que tipo de alarme ele está enviando. Depois desta identificação ele passa a ligação para o atendente, já com todos as informações necessárias para o atendimento.

TELEFONE - Tanto a recepção de alarme quanto o atendente 24h, tem um custo, que é cobrado é repassado ao cliente pela empresa que presta o serviço de monitoramento. Este tipo de serviço com central de monitoramento é muito mais seguro e tem mais recursos. Mas alguns clientes não querem ter um custo mensal e gostariam que o sistema ligasse diretamente para um número de telefone do familiar. Estes sistemas existem e são chamados de "sem mensalidade". O usuário pode programa até 3 números de telefone para os quais o equipamento vai ligar no caso de alguém acionar o botão de emergência.

Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
Powered by Zendesk